A chave da transformação na sua empresa pode estar no mindset digital

Para você, a tecnologia é apenas uma ferramenta ou é o espírito do tempo em que vivemos? Com o Wild Wild Tech, acionamos entre empresas e colaboradores a concepção do mindset digital como um dispositivo de sobrevivência para as mudanças do mercado trazidas pela tecnologia. Por meio de cases, aulas e atividades diversas, a SPUTNiK apresenta caminhos que vão preparar o seu time para as novas eras.

A seguir, vamos contar o que é um mindset digital e por que ele é o ingrediente principal da receita para uma empresa do futuro.

O que é um mindset digital e por que ele é tão necessário? 

É muito mais do que saber como usá-la. É assumi-la como algo inerente ao nosso estilo de vida. Afinal, a tecnologia já está presente em todas as nossas atividades diárias e, mais do que isso, está por trás de nossas expectativas de acontecimentos cotidianos. Esperamos, ao abrir o e-mail pelo smarthphone, ter acesso às notícias do dia graças à newsletter que assinamos. Esperamos, diante do horário apertado para chegar a uma reunião, acessar um aplicativo que traga, em instantes, um serviço de viagem que vai nos salvar do atraso. Ou esperamos, graças a um kanban digital, avaliar, com antecedência, se vamos conseguir cumprir os prazos do projeto durante aquela semana, ou se será o momento de negociar, com o cliente, uma nova data de entrega. São situações em que não paramos para pensar o que nos possibilita resolver nossos problemas. A tecnologia já faz parte do nosso modo de tomar decisões. Desenvolver um mindset digital seria, portanto, exercitar uma relação que já temos naturalizada em diversas situações mas que, uma vez treinada pelo nosso cérebro, seríamos capazes de aplicá-la em todos os momentos do nosso dia a dia. Inclusive no trabalho.

Ter o pensamento preparado para o digital é saber, inclusive  separar o joio do trigo diante de tantas opções. Um relatório da consultoria Deloitte, ao elencar tendências para a transformação digital, traz soluções adotadas, ou que estão para serem adotadas, por empresas que já têm, incorporadas, a tecnologia no seu DNA, e estão mais seguras para realizar escolhas que podem, inclusive, ditar os rumos do mercado. Entre as companhias entrevistadas que já adotam inteligência artificial nos seus processos, por exemplo, 70% adotará uma cultura de nuvem, e 65% buscará o desenvolvimento de aplicativos que possam utilizar a mesma tecnologia. Há outras formas de aperfeiçoar os processos com o machine learning utilizado no dia a dia das empresas, mas, nesse caso, houve a identificação de que um match era possível com a cultura de nuvem. E isso é um exemplo de iniciativa inovadora que só é possível dentro de um ambiente corporativo em que, uma vez que há um mindset digital bem estabelecido, há uma clareza maior das necessidades tecnológicas dos negócios que vai levar aos insights que vão fazer toda a diferença, diante de alternativas que não seriam tão eficazes.

Dicas para implementar um mindset digital na sua empresa

Há muitas formas de desenvolver um mindset digital individual, e incentivar o mesmo em cada um dos colaboradores da empresa. Nesse momento, se ainda não existe uma tendência natural por estar atento às possibilidades oferecidas pela tecnologia, cursos e outras atividades de desenvolvimento pessoal ajudam a romper a barreira com o admirável mundo novo do digital. Mas antes de soluções concretas, o importante é exercitar formas diversas de atitude. A seguir, temos algumas dicas:

  1. Assuma um compromisso forte com a arte de simplificar

Antes de mais nada, pense em como otimizar o tempo, seu e da equipe. Gostaria de ter mais espaço na agenda para tarefas mais complexas que, muitas vezes, você não consegue começar por causa de outras menores? Há atividades que, você tem certeza, provavelmente já podem ser substituídas por um robô ou aplicativo? Avalie todas as atividades que vocês desenvolvem, fragmente-as nas etapas que as envolvem e, a partir disso, não tenha medo de contratar serviços que vão garantir uma liberdade maior para todos os colaboradores. 

  1. E, também, com a arte de semear: tecnologia ao alcance de todos

Não simplifique apenas no dia a dia. Adote esse movimento, também, para comunicar. E incentive todos da equipe a fazerem o mesmo. Uma empresa com um mindset digital coletivo só é possível se a tecnologia, de fato, estiver ao alcance de todos. Ou da compreensão de todos os colaboradores. Especialistas ou pessoas que realmente desenvolvem um mindset digital só são capazes de sê-los se, também, sabem tornar seu pensamento acessível para pessoas que ainda são leigas nos desafios diários — e sempre mutáveis – da transformação digital.

  1. É possível apertar o nó mais um pouco? Como integrar mais o seu time?

Pense que, além de um time competente, é necessário um time unido e em perfeita sintonia, com a empresa e entre si enquanto colaboradores envolvidos nos mesmo projetos. E sempre é possível melhorar. Faça, do monitoramento de team building da sua equipe, uma ferramenta para pensar em formas de integração mais eficazes, que fortaleça a cultura da empresa em cada um dos colaboradores. O compartilhamento de dados sobre os resultados, além de outras questões dos negócios, é o primeiro passo para garantir o envolvimento de todos e reverter isso, em entregas mais engajadas e produtivas. A partir dessa necessidade, você vai desenvolver uma relação mais natural com a análise de dados e, não demora muito, vai investir em softwares e outras ferramentas que vão ajudar nesse processo de integração do time. E em relação aos colaboradores mais novos, a tecnologia também pode ajudar, por meio de aplicativos, jogos e outras soluções que permitem uma interação mais dinâmica e completa na tão temida primeira semana do trabalho.

  1. O usuário no centro da roda 

Se você admite que vive uma vida digital, o mesmo vale para os seus clientes — e que, provavelmente, já entendem e esperam isso bem antes de você se dar conta. Imagine que o mindset digital que você quer desenvolver para respostas profissionais, entre o usuário, é um instinto para buscar quase todos os serviços e produtos que fazem parte do seu cotidiano. Reflita sobre como sua empresa está proporcionando uma experiência digital para o seu cliente e, a partir disso, busque pelas respostas da tecnologia que vão garantir o sucesso do usuário na busca por todas as suas necessidades diárias. Ao mesmo tempo, pensar no cliente também evita o investimento em jornadas tecnológicas que, ao final, não fazem sentido algum para ele. Faça disso um dos maiores compromissos do time — e que, de quebra, também ajudará a exercitar o mindset digital de cada colaborador.

  1. Sem medo de fazer do escritório um tubo de ensaio para a inovação

Uma experiência completa com a transformação digital só é possível se isso não envolver medo. Vivemos a era da experimentação. Para expandir o mindset, é necessário ter curiosidade e criatividade diante de uma realidade cada vez mais complexa. Ao mesmo tempo, uma equipe movida por métricas muito rigorosas pode ter um olhar equivocado diante do momento atual e futuro da empresa, ao enxergar resultados que só podem ser mensurados a curto e, pouquíssimas vezes, a médio prazo. Pensar fora da caixinha pode ajudar a ter um olhar mais firme sobre possíveis ameaças nos negócios. Por isso, alie a construção de um mindset digital de cada colaborador a um ambiente de trabalho que permite que ele possa questionar e desenvolver novas possibilidades para os negócios.

Com o mindset digital, sua equipe será capaz de tratar a tecnologia como algo que faz parte da família. Mais do que o domínio de suas complexidades técnicas e a compreensão dos processos analíticos necessários para sua implementação nos processos, a transformação digital também exige desenvoltura para perceber os seus sinais o quanto antes — algo que só é possível quando já temos um olhar treinado e aquela intuição que só é possível ter quando a nossa cabeça não pensa em outra coisa. Então, já sabe: digitalize-se.

Deixe uma resposta