Vai lá e faz: um curso de liderança pode transformar sua equipe

Não basta apenas abrir as planilhas no final do mês e checar como estão as metas: você também quer uma equipe capaz de ampliar os impactos no negócio. Mas, para acertar os passos rumo a uma empresa mais inovadora, é preciso ter a certeza de que você tem, ao seu dispor, um time preparado para assumir as rédeas de qualquer situação. E, para isso, um curso de liderança pode despertar a atitude e iniciativa que faltavam em seus colaboradores. Como isso é possível? Contaremos a seguir.

Um curso de liderança que vai arrumar a casa

Compartilhar a “urgência” do dono entre os colaboradores é uma das principais possibilidades oferecidas por um curso de liderança. Os alunos são encorajados a escapar da zona de conforto e a encarar uma provocação: você quer ser coadjuvante ou protagonista da própria história?

A partir daí, os alunos são instruídos a treinar um novo ponto de vista para o seu lugar no mundo. Assim, adquirir autoconhecimento se torna uma necessidade. O curso traz uma preparação intensiva para a construção de um olhar sistêmico sobre o mundo ao redor, com a identificação de todas as potencialidades e imperfeições que tornam a nossa experiência única em cada um dos lugares em que passamos na nossa vida.

É um treino construído sob uma perspectiva de protagonismo, que busca questionar os porquês do aluno não ser um agente pela mudança que dê novos ares ao ambiente em que está inserido. E diante da redescoberta de tantos motivos, é impossível ficar indiferente ou estagnado. Com os exercícios adequados, o curso faz do observar um call to action para transformar. 

Agora, imagine só oferecer isso para todo um time de colaboradores? Com um piscar de olhos, a empresa vira um hub de intraempreendedores querendo fazer acontecer durante todo o tempo. E, de quebra, um curso de liderança forma profissionais mais felizes. Afinal, investir em autonomia para o time significa que você está depositando nos seus colaboradores um precioso voto de confiança para que eles se sintam à vontade para serem makers que revolucionam o ambiente de acordo com suas competências de mudança.

Aqui, implementar também será um ato de grande responsabilidade, o que também reforça o comprometimento individual de cada colaborador e fortalece o alinhamento de suas expectativas profissionais com o propósito da empresa. 

Intraempreendedorismo como máquina de cases 

Sabe a sua conta no Gmail? Ela só pode existir graças a uma cultura de empresa intraempreendedora e que incentiva o protagonismo entre os integrantes do time. Explicamos: 20% da carga horária dos colaboradores do Google deve ser utilizada para o estudo de possíveis novas ferramentas para a resolução de diversos problemas. E foi a partir disso que um colaborador criou em apenas um dia, em 2004, o Gmail, um dos serviços de mensagens eletrônicas mais utilizados no mundo todo. 

Não é preciso ser dono do Google para ter uma equipe preparada para produzir inovação no dia a dia. No curso de liderança, os alunos são treinados para encarar o próprio desenvolvimento pessoal como uma jornada do herói, na qual vão conhecer e desenvolver seus poderes para, mais do que salvar o dia, mudar a história da empresa. Leitura do ambiente, capacidade crítica para fazer o match entre habilidades individuais com possíveis oportunidades de negócio da empresa são exemplos de inputs que podemos tirar das aulas. 

Com o curso de liderança, tenha o seu dream team de fazedores

O “Vai lá e Faz!” é o nosso curso de liderança da Sputnik. Nele, impulsionamos o aluno a programar seu cérebro para um sentimento de dono e de agente catalisador de grandes mudanças. Depois das nossas aulas, o seu time não vai descansar até protagonizar o próximo grande impacto da empresa. Saiba como colocamos tudo isso na prática aqui

Deixe uma resposta